PANIFICADORA KAROL
OSTEO REABILITH 2020
MUNDO

Análise: Uma coisa é certa, o sistema econômico atual está acabado pós-coronavirus

Podemos estar a caminho do

11/04/2020 08h59Atualizado há 4 meses
Por: Alberto Júnior
Fonte: Alberto Júnior
Foto: Reprodução site Inversorlatam.com
Foto: Reprodução site Inversorlatam.com

Assim como aconteceu com o frenético sistema de comércio romano, depois com o feudalismo, em seguida com o mercantilismo, agora acontece com o capitalismo. Algo me diz que o mundo evoluirá para 'cybermarketing' e serviços, bens e consumo seguirão o mesmo caminho.

O sistema econômico romano em seu apogeo era muito parecido ao nosso; moeda, comércio, luxúria, opulência. Ao ruir, o mundo teve que se adaptar, a moeda perdeu seu valor e a terra (feudo) passou a ser motor da economia chamada feudalismo. Durou mil anos (10 séculos).

Com a reestruturação lenta das rotas de comércio, a estagnação das práticas feudais fez ascender o poderio dos mercadores nos Burgos (vilas/cidades) que reclamaram para si o controle dos mercados, floresce o mercantilismo. Sai a terra, entra em cena o acúmulo de ouro e prata; razão primordial do colonialismo que deu origem ao Brasil.

Voltando-se para uma forma de garantir sua hegemonia, os burgueses (grandes comerciantes dos Burgos) aprimoram seu sistema econômico e com os mercados internos consolidados partem para implementar melhorias na qualidade de vida agregando valor a serviços e bens de consumo. Resurge a noção romana de bem-estar, opulência, luxúria e que poder econômico (acúmulo individual) pode proporcionar as mais variadas benesses para aquele que o possuir. Está posto o Capitalismo (do latim Capitale, unidade de medida à epoca).

A pandemia de COVID-19 acabou solucionando um problema do qual a humanidade não poderia fugir, o colapso do mundo capitalista. Estagnação dos mercados, sem poder expandir o consumo, leva a uma reestruturação inevitável. O isolamento social freia a utilização de combustiveis fósseis e o preço do petróleo despenca, bolsas de valores acompanham a queda, a tendência é que Dólar/Euro (símbolos capitalistas) deem lugar às chamadas criptomoedas e definitivamente cheguemos ao cybermercado.

O que está em curso? Ainda não dá para saber, todavia fica evidente que com a necessidade de diminuir cada vez mais contatos físicos, uma dica pode ser que troquemos os bens de consumo e serviços presenciais por equivalentes no mundo virtual. Pode ser que o mundo pós-coronavirus entre para a história como "cyberalismo" ou algo do tipo, resta saber.

3comentários
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Itapecuru Mirim - MA
Atualizado às 00h25
24°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 24°
24°

Sensação

9 km/h

Vento

81%

Umidade

Fonte: Climatempo
OSTEO REABILITH 2020
Municípios
Últimas notícias
PANIFICADORA KAROL
Mais lidas