Sábado, 22 de Janeiro de 2022
32°

Pancada de chuva

Itapecuru Mirim - MA

Cidades ITAPECURU

Moradores ficam ilhados após chuva no centro da cidade nesta segunda (20)

Bastaram alguns minutos para a água impedir a passagem

20/01/2020 às 16h52 Atualizada em 21/01/2020 às 07h46
Por: Alberto Júnior Fonte: Da Redação
Compartilhe:
Rua Leonel Amorim, centro de Itapecuru. Segunda-feira (20/01) após 30min de chuva
Rua Leonel Amorim, centro de Itapecuru. Segunda-feira (20/01) após 30min de chuva

Moradores da rua Leonel Amorim, no centro de Itapecuru, enviaram mensagens e fotos à redação do Itapecuru Notícias após ficarem ilhados em suas próprias casas durante chuva na tarde desta segunda-feira (20).

Meia-hora de chuva foi suficiente para provocar a indignação de quem mora em diversos pontos de Itapecuru, tanto no centro como em bairros o estrago foi visível ao ponto de fazer muita gente temer que as águas invadissem suas residências.

Um dos pontos críticos é o cruzamento das ruas Leonel Amorim e Mariana Luz, no centro da cidade. Recentemente a prefeitura alardeou o recapeamento asfáltico com toda pompa e circunstância, direito inclusive a vídeo institucional informando aos eleitores desde ano de 2020 que as obras não puderam ser feitas nos últimos 3 anos porque o município estava "endividado".

Agora, a verba parece jorrar pelas torneiras e não falta dinheiro para nada. Com o slogan É Tempo de Reconstruir, a administração Miguel Lauand tem tentado fazer a população acreditar que recebera uma prefeitura com contas transformadas em verdadeiro caos. Lançamento de revista com fotos de obras, blogueiros da capital publicando textos exaltando a gestão municipal, equipes de televisão fazendo cobertura de ações que quase sempre só conta com presença dos servidores públicos e por aí vai; tudo para produzir material a ser usado num futuro bem próximo.

A situação dos moradores no cruzamento entre as ruas acima citadas virou um verdadeiro calvário. Os bueiros entupidos impedem o escoamento das águas pluviais, além disso são de tamanho inadequado com capacidade de vazão inferior ao fluxo necessário. Basta uma chuva rápida que os moradores já começam a ter preocupações.

No segundo semestre de 2019 foi realizado o trabalho apenas de limpeza dos dutos, há duas semana o recapeamento asfáltico foi realizado e novamente quem reside ali tentou alertar a empresa responsável que primeiro observasse os bueiros para só então sentar o asfalto. Do contrário seria serviço perdido e possíveis prejuízo para proprietários de casa na região. Dito e feito! A foto mostra bem o estrago.

Com a obstrução dos dutos, a água represava até passar por cima da via pública de um lado para outro seguindo seu caminho em busca do rio Itapecuru. Agora, com o nível do calçamento mais alto, antes de romper por cima do asfalto busca saída invadindo casa de quem reside por alí. "Nós avisamos!" diz a população revoltada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias