Segunda, 14 de Junho de 2021
98 98141-3481
Política O bambu tá gemendo

BOMBA: Vereador aliado detona gestão Coroba em Itapecuru

Denúncias revelam apadrinhamento, corrupção e clientelismo em plena pandemia

04/04/2021 06h28
Por: Alberto Júnior Fonte: Da Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Os bastidores da política itapecuruense estão a todo vapor, após início da nova gestão as insatisfações começaram a ganhar corpo entre aliados, eleitores e correligionários. A máquina pública é pequena demais para acomodar tanta gente que durante a eleição foi convencida que teria um emprego nela, então as cobranças feitas por quem era chamado de oposição passam a ter apoio dos que antes deram volume na carreata da vitória.

Piadinhas jogadas nas ruas aos adversários por quem votou no candidato eleito desaparecem no momento em que o emprego não chega, a rua continua cheia de buracos, o posto de saúde do bairro permanece com atendimento precário, os remédios continuam sem previsão de chegada na farmácia básica do município e para chegar em casa é preciso esperar cerca de 2 horas depois da chuva para evitar água na altura da cintura, como no conjunto habitacional Benedito Buzar em Itapecuru.

Esta última situação levou moradores abrirem discussão no grupo de aplicativo de mensagens onde estão todos eles, reivindicando melhorias que até agora não chegaram. Ao perceber que a situação não iria ser favorável o vereador Roberto da Brigada, que é morador do bairro, decidiu falar e acabou complicando a administração do promotor aposentado Benedito Coroba. As denúncias chamam atenção pela gravidade e riqueza de detalhes sobre o que acontece na gestão de um prefeito que passou mais de 30 anos no Ministério Público do Maranhão.

Ouça abaixo o áudio na íntegra e logo após as considerações sobre o que foi declarado pelo vereador de primeiro mandato, eleito ano passado com 266 votos como o 15º parlamentar dentre as 15 vagas do legislativo itapecuruense.

Verba para COVID-19

O vereador acusa a gestão do médico e ex-prefeito de Itapecuru Mirim, Miguel Lauand (PRB), de não ter prestado contas dos recursos recebidos para enfrentamento da COVID-19 no ano de 2020. De acordo com o parlamentar, o município recebeu R$ 13 milhões (treza milhões) e a gestão passada sumiu com R$ 12.400,00 (doze milhões e quatrocentos mil reais); visto que afirma terem encontrado apenas R$ 600 mil (seiscentos mil reais). Como o dinheiro foi repassado pela União, a denúncia é de um crime federal cometido pelo ex-gestor.

O site Itapecuru Notícias no dia 15 de fevereiro mostrou com dados do portal da transparência, do governo federal, o recebimento de R$ 6.409.223,61 (seis milhões, quatrocentos e nove mil, duzentos e vinte e três reais e sessenta e um centavos) pela prefeitura para enfrentamento da pandemia no ano de 2020. Para reler a matéria CLIQUE AQUI.

O parlamentar foi eleito para desempenhar a função fiscalizadora na aplicação correta dos recursos públicos, assim sendo deve apresentar documentos comprovando o recebimento dos R$ 13 milhões com datas de transferências, extratos de contas bancárias e saques que fundamentem a denúncia feita no áudio. Como vereador, tem acesso irrestrito e imediato a todas estas informações garantido pela Lei Orgânica do município, que lhe dá inimputabilidade na tribuna da câmara justamente para cobrar regularidade e transparência sem ser acionado juridicamente pelas afirmações feitas em sessões legislativas.

Quilombolas

O episódio ao qual o vereador se refere como "defesa de uma comunidade" na verdade trata-se de notória querela envolvendo o parlamentar, o prefeito Benedito Coroba e a diretoria da União das Comunidades Quilombolas de Itapecuru (UNIQUITA) que culminou com uma entrevista do presidente Elias Belfort ao apresentador Alberto Júnior no programa Rota 90, da Rádio 90 FM. Na ocasião Elias acusou Roberto da Brigada de atrapalhar reunião previamente agendada no palácio municipal.

As declarações foram feitas ao vivo pelo entrevistado assumindo a responsabilidade e ainda reafirmou que o vereador queria intimidar a entidade informando que pediria auditoria na secretaria de igualdade racial da gestão Miguel Lauand, quando foi alertado pelos quilombolas que tomasse cuidado pois a titular da pasta à época era a hoje primeira-dama do município, Tereza Landi. A íntegra da entrevista está nos arquivos da emissora e trechos dela foram amplamente divulgados em áudios via grupos de mensagens da cidade.

Pelo compromisso com o trabalho jornalístico o programa Rota 90 deixou espaço aberto para o vereador, a qualquer tempo, pudesse se pronunciar. Até o presente momento o convite não foi aceito. Continua em aberto.

Comissão Permanente de Licitação

De acordo com as declarações do áudio, há pessoas que estão boicotando a realização de licitações na gestão Benedito Coroba dentro da própria administração municipal. Quem são? Quais os interesses por trás disto? Por que permanecem na CPL se atrapalham? Em nenhuma das sessões legislativas da câmara de vereadores Roberto mencionou este fato, por qual motivo tomou esta atitude se este é seu papel como fiscal do povo? Então ele passa a ser omisso, conivente com manobras que prejudicam o bom andamento da administração pública? Ficam estas perguntas.

Outra grave denúncia é a de que ainda não foram realizadas licitações por esta gestão. Mas como então estão sendo realizados os serviços essenciais e como como as empresas que prestam serviços para a prefeitura estão operando desde 1º de janeiro? Há irregularidades quanto a aplicação do dinheiro público? As contratações de pessoal feitas de janeiro 2021 até aqui foram realizadas de que forma? O extrato de uma delas publicado no Diário Oficial da União está a seguir.

Tratamento Fora do Domicílio

Curioso é o fato do parlamentar denunciar que os pacientes que fazem tratamento fora do domicílio estão sendo transportados em veículos com problemas, segundo ele "os carros estão quebrando". Pacientes que fazem hemodiálise estão viajando junto com outros quando deveriam dispor de transporte específico.

A secretaria não dispõe de logística adequada para atender os itapecuruenses como determina a lei? Porque isto não foi abordado na tribuna da câmara de vereadores? A gravidade da situação exige urgência, tratamento de saúde deve ser prioritário. As afirmações no áudio deixam claro que não é segredo para a gestão, desta forma por qual motivo o veículo não foi substituído ainda?

Enfermaria de Campanha

Desde o dia 4 de janeiro o site Itapecuru Notícias e a Rádio 90FM têm alertado para a necessidade de reabrir a enfermaria de campanha com 10 leitos instalada pela gestão Miguel Lauand em 2020, que a partir de 15 de julho do ano passado freou o registro de mortes por COVID-19 no município.

Matéria publicada em 15 de março pelo site torna público levantamento sobre a eficácia desta unidade, basta CLICAR AQUI para reler o texto que identificou apenas uma morte após inauguração como parte dos esforços de combate à pandemia em Itapecuru Mirim até 31 de dezembro último. Além do monitoramento feito pela equipe do Dr Emílio Gundes aos pacientes que testaram positivo e distribuição de medicamentos em kits para tratamento precoce da doença.

Débitos do INSS na gestão Miguel Lauand

O áudio traz ainda a denúncia de que o ex-prefeito Miguel Lauand teria deixado de pagar parcelas de um acordo feito com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) referente aos meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2020. Gravíssima acusação, deve ser levada à tribuna José Carlos Gomes Rodrigues na câmara legislativa local para que os servidores possam ter conhecimento do assunto.

Fica sem sentido o vereador Roberto da Brigada expor a situação em rede social e não levar ao lugar de direito, órgãos de fiscalização e controle como Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas da União (TCU, Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPMA). Se "o povo não sabe", que o edil faça com que todos saibam e peça providências o quando antes; é papel dele outorgado pela população através do voto.

Débito com a Vale

Também é citado que o município de Itapecuru Mirim não pode conveniar com a empresa Vale por débitos que teriam sido deixados pelos ex-gestores. As comunidades por onde passa a estrada de ferro Carajás querem saber quais são os débitos que estão impedindo repasses de verbas e celebração de convênios para melhorias em cada uma delas.

Moto Escavadeira para obras

Soa estranho a denúncia de que a secretaria de infraestrutura esteja aguardando uma "moto escavadeira" para só então "em maio" começar a trabalhar em Itapecuru "ajeitando todas as estradas". Estranho porque o governo do estado fez doação de uma motoniveladora na gestão passada para o município destinada justamente a este serviço de melhorias nos acessos às comunidades, para onde foi este veículo? Ele não existe mais como patrimônio da prefeitura?

Não foi recebido no período de transição legalmente instituído pela administração que saía e a que se iniciava? Não foi realizado levantamento das máquinas pertencentes à pasta da infraestrutura? São denúncias que o Ministério Público precisa investigar para dar as respostas necessárias à sociedade. Se o vereador está de posse de todos estes dados, por qual motivo ainda não os levou ao MP?

Conjunto Habitacional Milton Amorim

Roberto da Brigada mostra total desconhecimento do processo penoso pelo qual passam os contemplados com unidades residenciais no conjunto habitacional Milton Amorim, que ele chama surpreendentemente de Isabel Mendes e é um empreendimento via Banco do Brasil em vez de Caixa Econômica Federal. Já se vão 8 longos anos em espera das mais de mil famílias. Segundo o vereador as casa ainda não foram entregues porque a via de acesso não foi concluída pela gestão do ex-prefeito Magno Amorim, que não cumpriu o acordo com o banco em entregar a via pública como contrapartida.

Clientelismo

Quem ouve a narrativa fica sem entender quando o parlamentar diz abertamente que fez uma indicação "acordada com o prefeito" para construção de uma praça e academia de ginástica no conjunto onde mora. Principalmente pelo fato de ter sido eleito com o discurso de combater este tipo de prática, o clientelismo político.

Contrariando a postura de campanha quando classificava como vergonhosas tais atitudes praticadas por vereadores de mandato à época, Roberto condena ação de outro morador que se predispôs realizar melhorias no bairro insinuando que a intenção fora política. Mas faz questão de informar que ele foi eleito e está buscando desentupir bueiros no local, chega a dizer que ele está tendo problemas e que a equipe da secretaria também os terá para desobstruir as galerias. Como se a sua atitude não tivesse fins políticos.

Escuridade

De posse destas informações o vereador mantém a população alheia a todos estes problemas quando usa a palavra no parlamento municipal, contribui para que permaneçam na mesma "escuridade" que atribui aos mandatários do executivo em gestões passadas. Onde está a mudança prometida? Cadê o "fazer diferente" bradado aos quatro cantos em período eleitoral? Caso fiquem apenas nas mensagens de aplicativos via internet, tudo não passará de mais do mesmo e o vereador será apenas mais no tabuleiro político na ribeira do Itapecuru.

Informações Inverídicas

Em sua exposição para os vizinhos Roberto da Brigada afirma que o programa Rota 90, da Rádio 90FM, está contra o povo e leva informações "inverídicas". Este programa recentemente convidou ao vivo, sem sucesso, pela segunda vez o vereador para usar espaço da emissora e fazer esclarecimentos, antes da divulgação deste áudio em redes sociais.

Seria uma boa oportunidade para que levasse a público tudo que denuncia no áudio, dê nomes, apresente provas do que afirma e diga o que considera verídico para conhecimento da sociedade. Afinal, ele faz parte da base aliada e foi eleito pela mesma coligação do prefeito Benedito Coroba, que pela postura de homem público e histórico de atuação no Ministério Público do Estado do MA não toma parte dos fatos narrados. Tendo em vista que reassumiu o cargo na semana passada depois de ter se afastado por tempo indeterminado para tratamento de saúde após infecção por coronavirus.

É preciso ressaltar que as afirmações foram feitas pelo vereador em áudio e não são ilações.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Itapecuru Mirim - MA
Atualizado às 07h02 - Fonte: Climatempo
25°
Pancada de chuva

Mín. 25° Máx. 31°

25° Sensação
14.7 km/h Vento
85.9% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (15/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (16/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias