OSTEO REABILITH 2020
PANIFICADORA KAROL
EDUCAÇÃO

Itapecuru: Prefeitura recebeu mais de R$ 13 milhões só para educação nos últimos 3 meses

Sem conheceram plano de ação para retomada das aulas pais, alunos e professores continuam "perdidos"

02/07/2020 06h59
Por: Alberto Júnior
Fonte: Da Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Desde a suspensão das aulas determinada em 19 de Março de 2020, através do Decreto nº 620 publicado pelo prefeito Miguel Lauand, as escolas foram fechadas por tempo determinado (prorrogado por vezes) e ao que tudo indica só retornarão em 3 de Agosto, caso não haja nova prorrogação da medida prevista no último Decreto nº 742, de 30 de Junho de 2020.

Mas nem tudo ficou parado, ao contrário das aulas os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEDB) não foram suspensos, continuaram a ser depositados nas contas da prefeitura religiosamente.

Uma busca simples feita pela equipe do site Itapecuru Notícias no sistema do Banco do Brasil referente a repasses constitucionais feitos pelo governo federal aos municípios, detectou que Itapecuru Mirim recebeu um total de R$ 13.175.505, 42 (treze milhões, cento e setenta e cinco mil, quinhentos e cinco reais e quarenta e dois centavos) de 1 de Abril a 30 de Junho de 2020.

Apenas no mês de Junho, do dia 1º ao dia 31, foram creditados mais de R$ 4 milhões nos cofres da prefeitura, segundo o Banco do Brasil.

Com todo este recurso disponível a prefeitura não anunciou até a conclusão desta matéria aquisição, aluguel, empréstimo ou desenvolvimento de qualquer ferramenta voltada à recuperação de horas/aula perdidas e reposição de conteúdos para o reinício do ano letivo em Agosto. Professores não receberam informações sobre distribuição de equipamentos de proteção individual (EPI), pais de alunos não foram informados dos procedimentos a serem implantados em cada sala para que seus filhos estejam seguros nas escolas.

Durante este período fechadas e com mais de R$ 13 milhões na conta, nenhuma melhoria foi realizada nas unidades de ensino da rede municipal. No reinício das aulas os estudantes encontrarão suas classes exatamente como as deixaram, inclusive os riscos nas paredes, quadros danificados, goteiras nos telhados, bebedouros (onde existe um) com problemas, banheiros com vazamentos, falta de material didático, os mesmos problemas no transporte e merenda escolar.

Com parte deste recurso é possível levar internet a cada comunidade na zona rural e criar uma rede de ensino específica garantindo a continuidade do ano letivo. Funciona da seguinte forma: A prefeitura montava um espaço no prédio da secretaria de educação, cria os conteúdo e distribui em seu próprio portal na internet, assim professores e alunos teriam acesso remoto. O material didático para atividades também pode ser disponibilizado no mesmo portal.

Se não houve reformas, construção e melhorias nos estabelecimentos escolares do município, o que foi feito com os recursos? Esta pergunta tem sido feita pela sociedade itapecuruense com muita angústia e indignação. E nada de respostas da gestão Miguel Lauand a respeito destes e outros questionamentos.

Para ter acesso aos dados basta CLICAR AQUI e colocar "Itapecuru Mirim" no campo beneficiário, acionar o botão Continuar, escolher o período e Fundo, acionar o botão Continuar e analisar os repasses.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Itapecuru Mirim - MA
Atualizado às 00h25
24°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 24°
24°

Sensação

9 km/h

Vento

81%

Umidade

Fonte: Climatempo
OSTEO REABILITH 2020
Municípios
Últimas notícias
PANIFICADORA KAROL
Mais lidas