OSTEO REABILITH 2020
PANIFICADORA KAROL
ELEIÇÕES 2020

Itapecuru: Pré-candidatos querem que imprensa os apresentem enquanto ficam em casa

Tem pré-candidato que além pré quer espaço na mídia desqualificando jornalistas por não entrevistá-lo, mesmo "seno" apenas pré

08/04/2020 09h47Atualizado há 8 meses
Por: Alberto Júnior
Fonte: Da Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em Itapecuru os bastidores da política vai de vento em popa, o eleitor mal sabe como andam os ânimos no cenário que o aguarda nas eleições deste ano de 2020. Se soubesse o que o espera trataria de colocar "as barbas de molho", como se diz o dito popular.

Em tempos de pandemia por COVID-19 (coronavirus) a população se recolheu com medo da infecção, passou a ficar mais em casa e valorizar ainda mais o espaço familiar. Neste contexto, os meios de comunicação alternativos ganharam mais visibilidade e viraram um mundo de oportunidades para partidos e candidatos a um cargo eletivo.

Os mais "preparados" já perceberam o que as TVs a cabo, emissoras de TV abertas, os canais pagos na internet notaram de imediato. O consumidor está em casa e seu único meio de informação é a TV, Rádio e Internet; sendo o preferido de todos as redes sociais por apresentarem o "combo" (junção) pela interatividade. Para o político este público imenso e ansioso por informação é o eleitor que está quase que 24h em aplicativos de mensagens e notícias.

As emissoras com serviços pagos liberaram imediatamente seus conteúdos para acesso gratuito, justamente com objetivo de ampliar a abrangência de sua programação. Aquele consumidor que hoje assiste um filme numa TV paga é potencial assinante quando a pandemia acabar, gostando da programação vai sentir falta e comprar o produto. O mesmo acontece com o eleitor, simpatizando com as ideias de determinado candidato vai tornar-se um eleitor. E as redes sociais são o caminho.

Aqueles candidatos considerados pequenos e que não dispõem de muitos recursos, em vez de aproveitarem o baixo custo das mídias eletrônicas e o alcance que estas têm na sociedade, perdem tempo com futilidades e tentando copiar as eleições de 2018. É o caso de alguns aqui em Itapecuru Mirim. Tem candidato que passa o dia inteiro em rede social querendo impor suas ideias à força a outros que ele tomou como adversário ou oposição, esquecendo tantos outros que apenas leem seus comentários sem opinar em nada.

Há pré-candidato em Itapecuru que com o pouco recurso que tem poderia abrir um fórum de discussão não sendo ele o mediador a custo zero em qualquer rede social, por exemplo, para debater seus projetos. Mas faz o contrário, ataca a imprensa local (que poderia ser sua aliada) pelo simples fatos desta não tê-lo entrevistado ainda. Ou seja, o cidadão não se deu conta de que não é a imprensa que o procura e sim ele que faz com que a sociedade o note e através da opinião pública a imprensa seja obrigada a procurá-lo.

Os pré-candidatos considerados pequeno em Itapecuru precisam ser mais profissionais e entenderem que jornalismo não é assessoria de imprensa. O jornalismo trabalha com a opinião pública, busca fatos, colhe depoimentos, amplifica opiniões coletivas, mostra movimentos populares. Ele é gratuito, não se cobra por isso. O que fica claro é que estes pequeno candidatos (jamais candidatos pequenos) querem os serviços gratuitos por assessoria de imprensa que são pagos. Detre as funções que buscam está difundir suas ideias, fazer seus projetos chegarem ao público-alvo, organizar fórum de discussões com grupos específicos de eleitores, infiltrar a figura do candidato em setores nos quais ele tem pouca ou nenhuma visibilidade, mostrar que as propostas do candidato são pertinentes e podem solucionar problemas do município. Isto é assessoria de imprensa.

Pré-candidato a vereador ou prefeito que fica em rede social tentando "lacrar" (seja lá com qual ideologia for, esquerda, direita, centro) não tem noção de que não é o povo que deve engolir suas ideias e sim ele que para chegar ao seu objetivo tem que falar a mesma língua do povo. Traduzindo: O povo tem que sentir no seu discurso, projeto e proposta uma opção para sair das dificuldades pelas quais está passando. Enquanto este tipo de candidato acreditar que o morador do campo vai se impressionar com aquele discurso mirabolante e ideológico ele vai estar fadado ao fracasso.

Não há profissional de mídia em Itapecuru que aceite trabalhar com quem o desqualifica (profissional sério), o pré-candidato com pouco recursos a cada ataque à mídia local fica mais distante de seus objetivos. Afasta em vez de agregar! Quem não tem estrutura para pagar caro assessoria de imprensa, equipe de mídias sociais qualificada, estrutura de campanha compatível com os outros ainda vai mandar estes profissionais que estão perto direto para seus adversários? Que estratégia, heim!

Falem a voz do povo, defendam melhorias para o povo, deixem suas paixões partidárias de lado. Enquanto forem candidatos os eleitores querem alguém para resolver o problema deles, do município e isto é coletivo. Quem é candidato tem que lembrar que voto é voto e não importa se o eleitor pense igual ou totalmente diferente daquele que quer se eleger, se você não tem estrutura (financeira, partidária, base política) use o que tem e pode valer sua chegada a um objetivo.

Deixe de ser tolo, porque sua ideologia sozinha não vence eleição. Serve apenas a você e seu grupo reduzido. Vai torná-lo antipatizado por quem poderia estar votando em você e ser um soldado na sua campanha. Lembre-se que você é um candidato.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Itapecuru Mirim - MA
Atualizado às 02h43
26°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 25°
28°

Sensação

8.7 km/h

Vento

87.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
OSTEO REABILITH 2020
Municípios
Últimas notícias
PANIFICADORA KAROL
Mais lidas